Você tem medo de audiência?

MEDO DE AUDIÊNCIA

A pouca experiência,  o nervosismo, o receio em não saber o que falar ou como agir perante um juiz  e a insegurança fazem com que o medo de audiência seja comum entre os jovens advogados.

Dica de ouro: Se você é estudante e nunca acompanhou uma audiência, faça isso! As audiências são públicas e não há problema algum em entrar na sala e assistir, além de ser uma ótima maneira de começar a ter contato com as suas futuras funções como advogado.

A pressão, o estresse e a ansiedade contribuem para o sentimento de que fazer uma boa faculdade, ser um bom aluno, passar na OAB não é suficiente para garantir uma boa atuação na sala de audiência. Eu mesma estagiei em uma delegacia e assisti audiências poucas vezes durante a faculdade. É comum que encontrar advogados que não tiveram oportunidade de estagiar em escritórios e não puderam adquirir esse aprendizado com mais facilidade.

Pensando nisso, seguem as dicas:

1- você precisa estar atento a toda a audiência para não deixar passar nada que possa ser prejudicial ao seu cliente;

2- você precisa passar tranquilidade ao seu cliente, porque ele próprio já deve estar nervoso com a audiência.

3- foque em qual área é a sua audiência: Trabalhista? Criminal? Cível? É na justiça comum ou nos Juizados? Lembre-se que existem procedimentos específicos para algumas matérias.

4- escreva as perguntas que você deseja fazer às testemunhas ou à outra parte (se for o caso) em um papel e deixe-as visíveis e à mão, fácil de pegar.

5- faça um pequeno rascunho de tudo o que aconteceu no processo até aquele momento, juntamente com as perguntas que deseja fazer. Anote o que foi alegado na exordial, o que foi dito na defesa, quais decisões houveram até aquele momento, se houve recurso, etc.

O MAIS IMPORTANTE: lembre-se que todo mundo fez a sua primeira audiência, e todos os grandes advogados começaram de baixo. é normal ter medo e ficar receoso. O medo ajudará a manter a concentração, mas não permita que atrapalhe seu trabalho.

Anúncios

Como organizar os materiais da faculdade?

hiking tips

Quando iniciei a faculdade de Direito, sabia que o nível de leitura era alto, o que eu não sabia era a quantidade de papel que eu acumularia. Já no meu segundo período, desenvolvi uma forma rápida, barata, prática e super organizada de armazenar o meu material. Porque a quantidade acumulada de materiais não é brincadeira, viu? Alguns papéis são muito importantes, pois auxiliam nos estudos do próximo período e em outras matérias, servindo como fonte de pesquisa e de estudo. Além dos problemas com os papéis, eu ainda “sofri” com os livros que são muitos, mas hoje resolvi falar só dos xerox, provas, apostilas, capítulos específicos, artigos.. Que sãos folhas avulsas que precisam estar sempre organizadas e armazenadas adequadamente em algum lugar específico.

Primeiro passo- Pasta sanfonada

Durante o semestre, eu guardava o meu material em uma pasta sanfonada onde cada divisória tinha o nome de uma matéria específica. Assim, mantinha o os papeis organizados de uma maneira que conseguia manuseá-los facilmente. A minha dica é que você compre essa pastinha AGORA, que é bem barata e dura por muitos períodos, e que possa nomear as divisórias de acordo com suas necessidades.

Segundo passo – O que é útil?

No período, pegava os papeis da pasta sanfonada, uma matéria por vez, e separava quais seriam úteis e mereciam ser guardados, pois de nada adianta uma arrumação onde você só acumula coisas desnecessárias. Assim você vai separar quais podem ser mandados para a reciclagem. Sim, reciclagem, nada de jogar papel no lixo. Eu dou preferência a xerox de capítulos, provas e esquemas.

Terceiro passo – Plástico de papel

Depois de ter analisado e separados os materiais de cada disciplina, você deverá coloca-los em plásticos. Algumas matérias podem exigir mais de um, então é só dividir o material em dois plásticos e etiquetar, tudo com nominhos, viu?! Você vai ver como facilita muito!

Quarto passo –  Caixa box

Com o material em plásticos e etiquetados a tarefa de organização está quase terminada, a última fase, que é a mais fácil e importante de todas, é colocar tudo em uma caixa box. Na parte de fora, você vai escrever quantos plásticos tem lá dentro, data, nome da disciplina, do professor, quais são as matérias referentes a eles  e o que mais achar necessário. Bem simples!

Preços que achei aqui na minha cidade:

Pasta Sanfonada R$ 21,90

Plásticos R$ 0,25 cada

Caixa box R$ 1,35

Qual tipo de profissional você quer ser?

Reflita:

Será que você passa a sensação de compromisso e as pessoas sabem que podem contar com você? Será que se surgisse uma oportunidade você seria a primeira a ser destacada na mente do seu chefe?

Se você hoje está lutando para construir a sua carreira, saiba que todas as suas ações antecedem as suas qualificações.

O que eu quero dizer com isso? Bom, ser pontual, se vestir bem e se esforçar, diz muito mais sobre qual tipo de profissional você é, mais até do que seus diplomas e suas qualificações. Muitas vezes, os escritórios buscam pessoas que tenham os mesmos valores e a mesma visão que os seus.  O seu currículo é apenas um plus, ele não é a sua garantia.

Óbvio, nem todos os escritórios são iguais. Às vezes, quem será contratado ou promovido será aquela pessoa que só enrola, mas adora puxar o saco do chefe. Ok, isso existe, eu sei… Mas você não pode se basear nisso para construir a sua carreira. Você tem que se basear em que tipo de profissional você quer sernão medir o seu trabalho pelo local ou pelas as pessoas com quem você trabalha.

Quando as pessoas do seu trabalho pensam em você, o que será que elas têm em mente? Que você está sempre com boa aparência ou que você chega para trabalhar do jeito que dá? Que você chega sempre no horário ou que você é uma pessoa que falta o expediente? Você é uma pessoa que sempre faz mais do que te pedem ou uma pessoa que só reclama “pois não é a sua função”?

Reconhecer as áreas em que estamos falhando e buscar a mudança, é uma das atitudes mais nobres que um ser humano pode ter. Isso mostra humildade!

E a humildade vai te levar longe, pois com ela você nunca vai deixar de aprender. Já a arrogância e o orgulho… Não vou nem comentar!