Dicas para se organizar na faculdade

Como-se-organizar-na-faculdade-2

Imagem do google

Mais uma vez estou passando por aqui para compartilhar com vocês algumas dicas de organização! Como já terminei a minha faculdade, posso dizer que tentei maneiras e métodos diferentes o suficiente para saber o que dá certo e o que não dá. Organizar os seus estudos na faculdade não é tão difícil quanto parece.

Antes de qualquer coisa, vamos esclarecer que o mais importante é separar tudo por categorias, ter uma agenda para anotar trabalhos, provas e compromissos diversos e nunca deixar as coisas se acumularem para a última hora.

01 – Separar por categorias
Durante a faculdade, fazemos diversas matérias, monitorias e projetos diferentes. Temos diversas áreas de responsabilidade e precisamos mantê-las atualizadas. Por isso é tão importante classificar em categorias cada uma das suas responsabilidades. Por exemplo: uma pasta sanfonada com divisórias, um caderno para cada matérias, saquinhos plásticos para agrupar o material referente a determinada atividade e assim por diante.

02 – Use uma agenda
Agenda é excelente para anotar seus compromissos, escrever lembretes, planejar reuniões, e muito mais. Escrever à mão envolve um processo criativo e é mais fácil para o cérebro humano lembrar de informações gráficas exclusivas relacionadas a um evento, no caso, uma anotação escrita à mão com sua própria letra. E mesmo que você tenha uma agenda eletrônica ou recursos digitais, como aplicativos e programas de gerenciamento de tarefas, nada substitui o gosto de ter uma agenda de papel, ainda mais se ela for sustentável, com papel reciclado, não é mesmo?

03 – Organize seus papéis
A faculdade gera uma quantidade enorme de papelada e eu já havia falado sobre isso em um post anterior ( como organizar o material da faculdade ) . Eu usei quatro pastas grossas de plástico (uma para cada ano) para arquivar o que era realmente importante e, no final dos quatro anos, reduzi tudo a uma única pasta. Gastei muito dinheiro com cópias e realmente compilei textos importantes para a minha carreira
e pós-graduação futura, mas também havia muitos textos que eu jamais pegaria na mão novamente. Esses foram reciclados (usei muito como rascunho e anotações no geral).

Anúncios

Comece HOJE! Recomece AMANHÃ!

livro.jpg

Já contei para vocês da minha paixão com segundas-feiras, certo? Elas renovam a minha esperança. Criei esse ig há 8 meses, desde então, muita coisa mudou e parar para pensar nisso me dá um grande orgulho em ver a minha evolução. .
.
Quando comecei, eu sabia que precisava mudar, mas não sabia como. Eu estava advogando home office, vendendo roupas no bazar, trabalhando em um curso de inglês, estudando para concurso… Eu sabia que não podia ficar parada.
.
.
Aos poucos as coisas foram se ajeitando e eu comecei a vencer por teimosia mesmo! Nunca imaginei que compartilhar minha rotina no Instagram fosse me render coisas tão boas. Sem dúvidas vocês fazem parte do que sou hoje, me ajudam a ser melhor e me motivam muito. Cada mensagem, comentário, email, ligação, abraço me fazem querer dar o meu melhor, pois sei que tem muita gente se inspirando em mim.
.
.
Encontrei um escritório em que eu amo atuar, encontrei uma área do direito que me identifico, descobri uma pós graduação que me faz ter vontade de estudar, encontrei meu ritmo de estudo, aceitei algumas coisas, estou mudando outras. Demorei 8 meses para descobrir tudo isso e sei que é só o começo! .
.
Minha vida precisava de mais disciplina, foco e principalmente que eu soubesse do meu potencial, que eu posso ir mais longe do que um dia imaginei. Trabalhar e estudar deixou de ser um fardo e descobri que amo me desenvolver e evoluir. .
.
O conhecimento me fascina, me liberta, me mostra um mundo novo. Hoje eu tenho atitudes que são coerentes com meus sonhos, permito que fique perto de mim apenas quem venha somar e a cada dia me sinto mais feliz e capaz de ousar na minha caminhada! Investir em mim e ter fé no meu potencial. .
.
Bom, gostaria de dizer para cada um de vocês hoje que não importa o quão lento é o seu progresso, o importante mesmo é você nunca parar de progredir. Dê um passo hoje. Dê outro passo amanhã. Daqui a oito meses você estará muuuuuuito mais perto dos seus sonhos.

Como comecei a advogar?

Meu nome é Fiama, tenho 25 anos, sou advogada, bacharel em Direito pela Universidade Federal de Ouro Preto e vai ser um prazer conversar com vocês e contar um pouquinho da minha história!

Eu tive a sorte de pertencer ao pequeno grupo de pessoas que sabe, desde o ensino médio,  qual curso quer fazer. Eu sempre amei o Direito e a oportunidade que ele traz de melhorarmos a vida das pessoas através da resolução dos conflitos. Meu sonho era cursar Direito e eu batalhei muito para que esse sonho se realizasse.

A UFOP sempre foi minha primeira opção, me dediquei muito e graças a Deus tive o privilegio de estudar durante cinco anos em uma das melhores faculdades, com professores excepcionais. Participei de grupos de pesquisa, projeto de extensão, dei monitoria, escrevi artigos, enfim, soube desfrutar o que a universidade tinha a me oferecer.

Atualmente, atuo no Escritório Basílio, junto com a Dra Vanda. Minha história com este escritório começou quando eu ainda cursava o quinto período do curso de Direito, quando tive a oportunidade de estagiar aqui. O escritório abriu as portas para mim, eu aprendi muito com a  Vanda, e não aprendi apenas lições da advocacia, aprendi lições que levarei para toda vida.

Depois, estagiei na Delegacia de Policia aqui da cidade, lugar em que fiz vários amigos, quebrei vários preconceitos, vivenciei cenas e casos que me fizeram amadurecer e enxergar o mundo de outra forma.

Além disso, durante a faculdade, além de escrever alguns artigos, eu mantive um blog onde eu escrevia sobre carreira, cotidiano, compartilhava dicas jurídicas. Meu amor pela leitura e pela escrita não ficou de lado mesmo com as provas e trabalhos.

Até então, eu não tinha nenhuma intenção de advogar, mas de fazer um mestrado e continuar escrevendo. Daí eu tentei a prova do exame de ordem, passei e logo após, me formei.

Ao entregar meu convite de formatura aqui no escritório, recebi o convite da Vanda para começar a advogar aqui. Foi uma honra para mim, saber que eu atuaria como advogada no escritório em que estagiei.

Aqui, nós atuamos na área cível, mais especificamente em questões de direito imobiliário. O escritório é especialista em usucapião, tanto o judiciário quanto o extrajudicial.

A rotina da advocacia me proporciona inúmeros aprendizados e hoje eu posso dizer que uma da melhores escolha que eu fiz foi ter dado uma chance para advocacia.

A oportunidade que tive de publicar artigos no jornal foi muito gratificante: eu consigo mostrar para as pessoas que o Direito não é algo feito para juízes, promotores e advogados, eu coloco uma linguagem coloquial nos meus textos o que torna o “juridiques” acessível e aplicável ao cotidiano.

Eu sou apaixonada pela vida e por conhecer pessoas, eu amo o que eu faço, acho que é vocação, eu sempre sonhei em ajudar as pessoas e hoje eu consigo conciliar isso com o meu trabalho. Publicar os artigos no jornal o espeto tem me possibilitado isso.

8 Dicas para interpretar BEM um texto

images

1. Leia bastante.

Textos de diversas áreas, assuntos distintos nos trazem diferentes formas de pensar.

2. Pratique com exercícios de interpretação.

Questões simples, mas que nos ajuda a ter certeza que estamos prestando atenção na leitura.

3. Cuidado com o “olho ninja”

aquele que quando damos conta, já está no final da página, e nem lembramos o que lemos no meio dela. Talvez seja hora de descansar um pouco, ou voltar a leitura num
ponto que estávamos prestando atenção, e reler.

4. Ative seu conhecimento prévio antes de iniciar o texto.

Qualquer informação, mínima que seja, nos ajuda a compreender melhor o assunto do texto.

5. Faça uma primeira leitura superficial

para identificar a ideia central do texto, e assim, levantar hipóteses e saber sobre o que se fala.

6. Leia as questões antes de fazer uma segunda leitura mais detalhada.

Assim, você economiza tempo se no meio da leitura identificar uma possível resposta.

7. Preste atenção nas informações não-verbais.

Tudo que vem junto com o texto, é para ser usado ao seu favor. Por isso, imagens, gráficos, tabelas, etc., servem para facilitar nossa leitura.

8. Use o texto.

Rabisque, anote, grife, circule… enfim, procure a melhor forma para você, pois
cada um tem seu jeito de resumir e pontuar melhor os assuntos de um texto.
Além dessas dicas importantes, você também pode grifar palavras novas, e procurar seu significado para aumentar seu vocabulário, fazer atividades como caça-palavras, ou cruzadinhas são uma distração, mas também um aprendizado.
Não se esqueça, além da prática da leitura aprimorar a compreensão do texto e ajudar a aprovação, ela também estimula nossa imaginação, distrai, relaxa, informa, educa, atualiza, melhora nosso foco, cria perspectivas, nos torna reflexivos, pensantes, além de melhorar nossa habilidade de fala, de escrita e de memória. Então, foco na leitura, que tudo fica mais fácil!