Roteiro e dicas de Tiradentes – MG

Escolhi passar o meu aniversário na bucólica cidade mineira de Tiradentes, o típico destino de um fim de semana de paz e tranquilidade. Um presente de aniversário – meu para mim mesma – que me reservava grandes surpresas. Decidi ir sozinha e me aventurar por cada cantinho daquela cidade histórica.

Confesso que o que sabia sobre a cidade, não passava das aulas de história e o famoso festival de gastronomia. Então, espero que este post ajude quem também tem curiosidade ou está nesta fase de pesquisa para viajar para lá.

Fui na sexta-feira de manhã cedinho e voltei no domingo à tarde. Daí me planejei para conhecer Tiradentes na sexta, Bichinhos (um distrito de Prados )no sábado e São João Del Rei no domingo.

Ah, antes de começar, quero te PRESENTEAR com R$ 179, 00 de DESCONTO! Cadastre-se no Airbnb com meu link e você vai ganhar até R$179 de desconto em sua primeira viagem. Clique aqui: http://bit.ly/AirbnbPapoDeAdvogada

COMO CHEGAR

A Rodoviária de Tiradentes recebe apenas ônibus vindos de São João del Rei. Seja qual for o seu ponto de partida para Tiradentes, a passagem deverá ser comprada para São João del Rei. A cidade está localizada a 15 km de Tiradentes. Em João del Rei, será necessário pegar outro ônibus até Tiradentes para finalizar o trajeto. 

CLIMA – TEMPO

Em Tiradentes, temos um clima propício para romance e um vinhosinho à noite. O melhor período para visitar Tiradentes é na estação seca, porque os passeios lá são ao ar livre. Então, prefira os meses de abril a setembro. No auge do inverno, entre os meses de junho e julho, o friozinho é constante durante à noite e merece até um agasalho. Entre os meses de outubro e março as chuvas são mais intensas e a temperatura mais alta.

Neste post vou te contar o que fizemos com detalhes nos dias de viagem!

SEXTA-FEIRA

Cheguei em Tiradentes por volta das 11:00 horas, fui direto para Pousada da Joaninha, fui muito bem recebida, ganhei um mapinha da cidade, ajeitei minhas coisas e tirei um cochilo! Sério, quando a gente viaja sozinha nosso corpo fica muito atento aos detalhes, sons, barulhos e isso acaba cansando bastante! Eu acredito que é muito importante conhecermos o espaço urbano, o seu entorno e como se desenvolveu esse movimento de ocupação.

Decidi caminhar sem rumo, conhecer a cidade, a arquitetura, lojinhas, becos, ruazinhas, feirinhas de artesanato… Me encantei com cada detalhe da cidade!

Ah, uma curiosidade: em Tiradentes os carros estão proibidos de transitar pelo centro histórico nos finais de semana, o que deixa o passeio mais prazeroso e tranquilo, e as fotos mais bonitas!  Conheci a famosa Matriz de Santo Antônio, o ponto principal da cidade que fica bem no alto, com uma vista sensacional para toda a cidade e ao fundo, a Serra de São José. Além disso, vi várias Igrejinhas ao longo do caminho, todas com uma arquitetura incrível.

Conheci a Maria Fumaça que foi inaugurada em 1881 por D. Pedro II e que é a única desse tipo ainda em atividade do mundo. Ela faz o percurso Tiradentes x São João DelRei Conheci o Museu de Sant’Anna (mãe de Nossa Senhora) e todas as peças do museu foram doadas por uma devota. Essa mesma devota foi quem escreveu o projeto, enviou para o IPHAN e demais órgãos e fez tudo acontecer. O museu fica localizado na antiga cadeia de Tiradentes. Conheci o Museu de Padre Toledo, com muita história, cultura, tradições… Conheci um Museu bem moderno com memórias de Dorothy Lenner, poesias de Cora Coralina, objetos histórias, músicas, narrativas e muito mais. Conheci o Museu do Oratório com pilastras que narravam histórias da bíblia, paz, calmaria e sossego. Conheci o Sesi que estava com uma exposição muito bacana chamada Impressões Vivas da Ana Bello e realmente são como gotas que caem na alma de quem olha.

SÁBADO

Conheci o Felipe – mais conhecido como mochileiro – (acreditem se quiser, mas já considero a Matriz de Santo Antônio como milagrosa!) e ele me levou para conhecer Bichinhos, que pertence a cidade de Prados.  nome do distrito é mesmo Vitoriano Veloso, mas o apelido carinhoso veio para ficar e, até mesmo nas placas e mapas, é assim que o local é popularmente conhecido. Bom, um dia é suficiente para conhecer tudo tudinho por lá. Casas de tijolos de adobe comprovam que o tempo não passou no vilarejo e o ponto forte são os muito ateliês e oficinas de arte para todos os gostos espalhados pela rua principal.

DOMINGO

Fui para São João Del Rei bem cedinho, consegui turistar um pouquinho, mas quero voltar com mais calma e tempo para conhecer museus com calma e tempo.

Tem mais alguma dúvida/dica sobre Tiradentes? Compartilhe com a gente! Deixe um comentário e boa viagem!

Ah, use esse PRESENTE! São R$ 179, 00 de DESCONTO! Você vai nos ajudar a conhecer mais cidades e compartilhar tudinho aqui com vocês ❤ Cadastre-se no Airbnb com esse link e você vai ganhar até R$179 de desconto em sua primeira viagem. Clique aqui: http://bit.ly/AirbnbPapoDeAdvogada

2 comentários em “Roteiro e dicas de Tiradentes – MG

Hello, gostou do post? Então deixe aqui seu comentário. Beijos

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s