Você usa o marketing jurídico na sua advocacia?

mkt-juridico

IMAGEM DO GOOGLE

O mercado jurídico é uma área bastante concorrida e, por isso, o advogado que quer se destacar precisa ser estratégico em suas ações de marketing, especialmente considerando as restrições éticas da profissão.

A advocacia não é uma atividade mercantil, então é preciso ter cautela na hora de se posicionar e oferecer seus serviços para potenciais clientes. O Estatuto do Advogado e o Código de Ética impõem muitas diretivas com relação ao marketing jurídico e à apresentação do profissional.

Não é possível se tornar um grande e renomado advogado sem marketing jurídico. Obviamente, é importante ser competente, mas a competência é apenas o “arroz com feijão”. É preciso desenvolver estratégias efetivas de marketing pessoal, além de ter um bom planejamento de mídia impressa e virtual.

A sua participação em jornais, sites, blogs e, até mesmo, em redes sociais pode ser decisiva para a contratação de novos clientes. Atualmente, o marketing jurídico é condição para o sucesso na advocacia, sem perder de vista os limites éticos e disciplinares da OAB.

Anúncios