Mulher, mulher

Mulher, mulher
Aprende…
A força da mulher não é na espada
É na receptividade, no acolhimento, na compreensão, é na sombra.
Gera tudo na emoção
No tempo certo dá luz à razão

Mulher, mulher
Não mata seu feminino
Não deixa de sonhar, não deixa de acreditar
Recupera e aviva teus dons, teu encanto, tua arte, teu perfume, teu amor!

Mulher, mulher
Se inclui no mundo você
Une a terra e a sociedade com os seus propósitos e participa
Competir com o que nunca foi igual não te dará vitória nem aceitação
Desperta a tua beleza interna, que é o que de mais bonito você tem
Ensina as tuas irmãs, ensina tuas filhas, o voo da liberdade de ser quem se é
Desabrocha e deixa teu aroma servir de exemplo e incentivo para quem ainda é botão

Mulher, mulher
Seu poder só você pode acender
Pois é do extremo vazio que você cria
É da escuridão que a luz surge e te guia
É no seu acolhimento que a desunião perde a força
É na sua paciência que o propósito e o ideal se fortalece
É no seu carinho e compreensão que se cura qualquer emoção ferida
É na sua interna sabedoria que dança pela vida

Mulher, mulher
Você não precisa lutar contra o mundo
Apenas tenha mais fé em si mesma
Ninguém a não ser você pode tirar a honra e a dádiva de ser quem se é

Você não precisa de flor, você é a flor
É só não esquecer das suas raízes. Cultive-as
A intensidade do verão
A secura do outono
A geada do inverno
Nada disso impede a sua primavera
Na hora que tiver de acontecer.

Lúcia Bonito

Um comentário sobre “Mulher, mulher

Hello, gostou do post? Então deixe aqui seu comentário. Beijos

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s