Filme: Priscilla, a rainha do deserto

Hello!

Esse é um filme australiano, dirigido por Stephan Elliot e sei que ele é antigo, de 1994, mas só fui saber de sua existência sexta-feira e acabei assistindo-o com meus amigos na minha viagem ao RJ. Todos saímos do cinema apaixonados pela história, então, não poderia deixar de indicá-lo a vocês!!


01102012-211107

Este filme alcançou grande sucesso no mundo todo, foi indicado ao Oscar de Melhor Figurino, foi indicado ao Globo de Ouro de Melhor Filme – Comédia/Musical e Melhor Ator – Comédia/Musical e ganhador do Prêmio do Instituto Australiano de Cinema de Melhor Figurino e Melhor Desenho de Produção, além de ter sido indicado a Melhor Filme, Melhor Diretor, Melhor Ator (Terence Stamp), Melhor Ator (Hugo Weaving), Melhor Roteiro Original, Melhor Fotografia e Melhor Trilha Sonora.077-Priscilla - A Rainha do Deserto

O filme contribuiu para a popularização da figura das drag queens, que mostram suas performances e seus excessos, para além de um nicho gay. Conta a história de duas drag-queens (Anthony/Mitzi e Adam/Felicia) e uma transexual (Bernadette) que conseguem um contrato para realizar um grande show de drag em um hotel em Alice Springs, uma cidade turística no remoto deserto australiano. Cada um deles possui um motivo pessoal para querer deixar a segurança da cidade de Sidney e partir rumo a essa aventura.

priscilla-2

Elas batizam o rodado ônibus cheio de purpurina, tecido e que no final se torna rosa, com o nome de Priscilla. Essas  drags queens tentam achar um caminho mais rápido e acabam se dirigindo ao deserto onde desenvolvem suas aventuras  fantásticas com os trajes espetaculares de seu figurino, músicas e mais música, além de muita criatividade. Elas vivenciarão o preconceito das pessoas e a solidariedade de alguns. Rola muito amor nesse filme!

Esse filme relata a diversidade, a sociedade plural, o preconceito das pessoas, o sofrimento de quem é diferente e os sentimentos existentes nas relações desenvolvidas. Um dos personagens tem um filho e o jeito que eles relatam a relação deles com essa diferença do pai representa uma enorme quebra de paradigmas. Um dos diálogos que mais me marcou foi esse:

Felícia: Sabe o que seu pai faz para ganhar a vida?

Benjamin: Sei.

Felícia: Então deve saber que ele não gosta de moças.

Benjamin: Ele tem namorado?

Felícia: Não.

Benjamin: A mamãe também não tem. Ela tinha uma namorada, mas elas desmancharam.

Benjamin: Quer vir brincar no meu quarto? Tenho Lego 

Quem quiser assistir o trailer

4 comentários sobre “Filme: Priscilla, a rainha do deserto

Hello, gostou do post? Então deixe aqui seu comentário. Beijos

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s