Minha experiência na faculdade de direito

Não sei como este post pode ter demorado tanto para acontecer aqui no blog, pois normalmente procuro falar da minha vida e desde o  segundo semestre de 2012 boa parte dela se resuma a minha faculdade. Não, eu não reclamo disso, mesmo que as vezes eu me descabele de ansiedade, nervosismo, preocupação e noites mal dormidas, eu acredito que esta foi uma das escolhas mais acertadas na minha vida!

Pois bem, este post veio para introduzir uma série de outros que tratarão a respeito do mesmo assunto, onde compartilharei meus resumos, dicas de estudo, experiências.. Esse último período completei o meu quarto período de direito. Sei que já não sou mais uma caloura, mas sei também que ainda não sou uma adogada, advogata como eu prefiro falar rsrsrs. Ainda não completei dois anos na faculdade, isso por conta da greve, tudo foi muito corrido, passei em agosto de 2012 e iniciei o curso em 26 de novembro de 2012. No meio de pessoas novas, curso novo, pessoas novas, pegar bus, sair de casa, jantar no restaurante universitário, greve, aulas em dezembro e em janeiro, eu ainda estava trabalhando de manhã e a noite, o que, sinceramente, não me ajudou muito na hora de conhecer a faculdade, participar de eventos acadêmicos e fazer amizades. Eu acordava as seis da manhã e voltava para casa meia noite. E para piorar, no fim de semana eu fazia inglês. Não foi uma época fácil para mim.

No inicio do curo de Direito, a maioria das matérias são mais filosóficas, sociológicas e introdutórias. Nada muito assustador.  Mas já dá para ter uma noção que a carga de leitura será alta. Eu tive economia, filosofia, ciências politicas, introdução ao estudo de direito I, sociologia e direito civil parte geral. Parece que nada faz sentido, mas ao longo do curso a gente vai percebendo que tudo tem uma lógica e uma razão de ser. O meu conselho é que você estude e se esforce bastante nesse comecinho, além de garantir um bom coeficiente, você vai construir uma relação boa com os professores e com a turma e ter uma boa base para a s matérias seguintes.

Bom, em algumas matérias, eu acho que eu não sou muito boa e que poderia ter estudado mais, como durante o período não dá tempo, vou me esforçar para colocar em dia nas férias.

Outra dica importante: vá montando sua biblioteca particular e não se esqueça de ter um caderno completo, as vezes as dicas de um professor na sala serão a sua salvação na hora da proa!

Na metade do meu segundo período optei por largar o emprego, não estava dando mesmo para conciliar, comecei a ficar doente e meu rendimento caiu muito. Não foi uma decisão fácil. Tive como matéria filosofia jurídica, sociologia jurídica, direito civil parte geral II, introdução ao estudo de direito II, Tópicos em relações internacionais e teoria da constituição. Infelizmente fui reprovada em teoria da constituição  por 0,2, fiquei muito mal, chorei muito, não sabia como lidar com aquilo. Me senti fracassada. Teria que cursar a disciplina no período da manhã, numa turma que eu não conhecia ninguém, foi uma época difícil na faculdade.

Durante as férias, eu estudei muito para uma seleção de um projeto de Mediação. Fiz a prova e tirei 9,7. Consegui recuperar um pouco da minha auto estima.

Já no terceiro período, devido a minha reprovação, não pude cursar direito tributário e nem direito constitucional. Aproveitei para fazer duas eletivas que foram direitos humanos e direito ambiental. Cursei também direito civil, direito comercial e direito penal. Iniciei o meu projeto no pro ativa que se chama prática empresarial, onde o meu orientador é o professor de direito comercial.

Tivemos, eu e o pessoal da minha turma, um problema com o “professor” de direito penal, onde numa turma de 60 pessoas, 45 foram reprovadas, inclusive eu.

Agora no quarto período cursei direito tributário, direito civil, direito constitucional, direito penal, hermenêutica jurídica e direito comercial II. Fui aprovada para dar monitoria de teoria da Constituição, chuuuuuupa mundo, além de continuar nos meus dois projetos. Foi muito corrido e cansativo esse período por causa da greve dos servidores, da copa do mundo, dos feriados.. Até agora deu tudo certo.

Sugiro que você busque fazer amizades na faculdade. Que tenha bons relacionamentos com os professores. Que a biblioteca seja a sua segunda casa. Que você tenha certeza que está no curso certo. Que se integre aos programas da faculdade. Que desfrute desses anos universitários como se fossem os últimos da sua vida!

Vou disponibilizar meus materiais e mais dicas aqui, aguardem.

Um beijo da futura advogata!

4 comentários sobre “Minha experiência na faculdade de direito

  1. Ei!!!! Me conta onde estava teu blog em todo esse tempo? Como eu não te achei antes?! AMEI aqui. As aulas na minha faculdade começam dia 1/2/16 e eu estou ansiosíssima, só estou com medo de não conseguir conciliar as coisas, direito precisa de dedicação. No começo vou ter que sair de casa as 7h e voltar 1h da manhã. Se eu ver que não tem jeito eu vou parar de trabalhar e só ficar estudando. Vou estar aqui vendo seus posts sobre a faculdade, um grande beeeeeijo!!

    Curtir

    1. Oi, Débora, tudo bem? Que bom!!! Parabéns ❤ Direito é um curso excelente, te faz ver o mundo com outros olhos, tenho certeza que você vai amar! Se tiver alguma dúvida, pode me mandar que estarei aqui para te ajudar, viu? Não esqueça de indicar o blog para seus colegas, beijos

      Curtir

Hello, gostou do post? Então deixe aqui seu comentário. Beijos

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s